Membros

Conheça os membros do GEICT:

Prof. Dr. Marko Monteiropossui graduação em Antropologia (1997), Mestrado em Antropologia Social (2000) e Doutorado em Ciências Sociais (2005), todos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Realizou também estágio de pós-doutorado na University of Texas at Austin, junto ao programa de Ciência, Tecnologia e Sociedade (2008), e no Departamento de Política Científica e Tecnológica da UNICAMP (2010). Suas pesquisas abarcam os seguintes temas: antropologia da ciência e da tecnologia; culturas visuais da ciência; gênero, masculinidades e mídia; biotecnologias e o corpo; visualidade do corpo na ciência e na medicina. Atualmente é professor no Departamento de Política Científica e Tecnológica (UNICAMP).

Lorena Rúbia Pereira Caminhas: Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) na linha “Estudos de Gênero”. Integrante do Grupo de Estudos Interdisciplinares em Ciência e Tecnologia (GEICT). Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) na linha “Processos Comunicativos e Práticas Sociais”. Graduada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Seus principais interesses de pesquisa se referem ao campo de Estudos de Gênero e Sexualidade, principalmente sobre os mercados do sexo e aos estudos em Teorias da Comunicação, com ênfase em midiatização, comunicação e cultura, metodologia de pesquisa e epistemologia da comunicação.

Gil Vicente Nagai Lourenção: Possuo graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos (2005), mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal de São Carlos (2009), Doutoramento pela mesma universidade [2016], três anos de pesquisa na Universidade de Tsukuba – Japão e desenvolvendo pesquisa de Pós Doutorado pelo Instituto de Geociências, Departamento de Política Científica e Tecnológica, Unicamp. Tenho experiência na área de Antropologia Social, atuando principalmente nos seguintes temas e áreas de interesse: Política científica e tecnológica, Estudos Sociais da Ciência, Tecnologia e Energia, Filosofia Japonesa, Antropologia do e no Japão, Artes Marciais Japonesas, Construção e fragmentação do Corpo, Personitude, Subjetividades, Cibernética, Ciborgues, interfaces humano-máquina.

Lucca Vichr Lopes: Doutorando em Política Científica e Tecnológica pelo DPCT/IG/UNICAMP e mestre pelo mesmo Programa – quando estudei inclusões digitais em áreas rurais. Formei-me em Ciências Econômicas pelo Instituto de Economia da UNICAMP. Possuo breves experiências profissionais pela iniciativa privada, poder público e terceiro setor. Atualmente tenho como temas de pesquisa de maior interesse os Estudos Sociais de Ciência e Tecnologia, sociologia econômica e, mais especificamente no doutorado, estudo empreendedorismo social, inovações, tecnologias e negócios sociais.

Douglas de Albuquerque Leite: Possui graduação em Relações Públicas pela Universidade Anhembi Morumbi (2000), pós-graduação lato sensu em Sócio-Psicologia pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (2003) e MBA em Gestão Empresarial pela Business School São Paulo (2014). Atualmente cursa o programa de mestrado no Departamento de Política Científica e Tecnológica, ligado ao Instituto de Geociências, na UNICAMP. Trabalha como Relações Públicas na Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP). Atua nas áreas de assessoria de imprensa, programas de mobilização social, políticas públicas e governança dos recursos hídricos. Temas de pesquisa: estudos sociais da Ciência e da Tecnologia, análise social de infraestruturas, política pública de saneamento ambiental e inovação responsável.

Rodrigo Ramírez Autrán: Doutorando em Política Científica e Tecnológica pelo DPCT/IG/UNICAMP. Possui graduação em Antropologia Social pela Benemérita Universidad Autónoma de Puebla (2006) e mestrado em Antropología Social – Universidad Iberoamericana Ciudad de México (2010). Foi por 6 anos pesquisador do Centro de Investigación e Innovación en Tecnologías de Información y Comunicación INFOTEC em México. Atualmente tem interesse os Estudos Sociais de Ciência e Tecnologia. Alem, tem experiência na área de Antropologia, atuando principalmente nos seguintes temas: TIC´s, inovação e inclusão digital.

Vinicius Wagner Oliveira Santos: Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Viçosa (2009) e Mestrado em Divulgação Científica e Cultural pela Universidade Estadual de Campinas (2012). É Doutor em Política Científica e Tecnológica pelo Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas (2016), com uma pesquisa que investigou o processo de regulamentação do princípio da neutralidade da rede no Brasil. Tem experiência com Divulgação Científica, Políticas Públicas e Pesquisa Qualitativa, atuando principalmente nos seguintes temas: inclusão digital, software livre e políticas para a Internet

Monique Batista de Oliveira: Doutoranda em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo, Monique tem graduação em Comunicação Social pela Faculdade Cásper Líbero (2008) e Mestrado em Divulgação Científica e Cultural pela Universidade Estadual de Campinas (2016). Jornalista especializada em saúde, possui quatro prêmios na área de divulgação científica – o último deles pela cobertura especial de Zika concedido pela Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Atua com pesquisa qualitativa e mapeamento de controvérsias com enfoque para discussões de acesso à saúde, ciência cidadã, participação social em saúde, metodologias em ciências sociais, divulgação científica e gênero.

Rodrigo Fernandes: Graduação em Direito pela Universidade Católica de Santos (2001) e Mestrado em Direito Ambiental pela Universidade Católica de Santos (2006), Doutorando em Ambiente e Sociedade pelo NEPAM-UNICAMP. É professor de Direito e advogado especializado em meio ambiente. Pesquisa a interação entre ciência ambiental e direito com o papel da expertise em casos de desastres ambientais de grande vulto.     

Daniela Araújo: Mestre em Divulgação Científica e Cultural pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e bacharel em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Atualmente é aluna do doutorado em Política Científica e Tecnológica, no Instituto de Geociências da Unicamp. Suas áreas de interesse incluem: Gênero e Tecnologia, Política e Ativismo na Internet, Cultura Hacker, Cibercultura, Interatividade em Meios Digitais.

Sarah Rossetti Machado: Doutoranda em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Mestra em Antropologia Social e Bacharela em Ciências Sociais com Habilitação em Antropologia pela mesma universidade. Durante o mestrado, realizou Estágio de Pesquisa no Exterior no Programa Universitario de Estudios de Género da Universidad Nacional Autónoma de México (PUEG/UNAM), ambas as pesquisas financiadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Urbana, atuando nos seguintes temas: gênero, sexualidade, produção do conhecimento, controvérsias e mudança social.

Daniela Tonelli Manica: Pós-doutoranda no Departamento de Política Científica e Tecnológica do Instituto de Geociências da Unicamp (2017). É professora adjunta no Departamento de Antropologia Cultural do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IFCS/UFRJ). Possui graduação em Ciências Sociais (2001), mestrado (2003) e doutorado (2009) em Antropologia Social pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp (IFCH/Unicamp). Tem interesse e experiência de pesquisas nos seguintes temas: relações entre cultura e natureza; gênero, tecnociência e medicina; biografia, etnografia e itinerários intelectuais; fluidos corporais e técnicas do corpo.

Luis Reyes-Galindo: Físico e Mestre em Filosofia da Ciência pela Universidad Nacional Autónoma de México, e doutor em sociologia pela Cardiff University. Realizou pós-doutorados na UNAM, no Cardiff, e atualmente na UNICAMP. Foi professor visitante no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Brasília e atualmente é Pesquisador Honorário da Cardiff University. É editor associado da revista Tapuya: Latin American Science Technology and Society e membro do Sistema Nacional de Investigadores no México. Seus tópicos de pesquisa principais são as práticas de publicação em acesso aberto, as perspectivas interculturais na comunicação da ciência, a sociologia da física, o conhecimento tácito na ciência, a construção do consenso científico e seu uso nas políticas públicas, e as controvérsias tecnológicas e científicas na América Latina.

Ana Paula Camelo: Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Viçosa (2009) e Mestrado em Divulgação Científica e Cultural pela Universidade Estadual de Campinas (2011). É Doutora em Política Científica e Tecnológica pelo Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas (2015), com uma pesquisa que investigou a construção sociotécnica da ideia de risco no contexto de rediscussão sobre a política nuclear brasileira no pós-Fukushima. Tem experiência com Divulgação Científica, Pesquisa Qualitativa e mapeamento de controvérsias, atuando principalmente nos seguintes temas: novas tecnologias, risco, participação pública, inovação responsável.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s